Terça-feira, 2 de Março de 2010

ESPECIAL

(depois do dia de ontem, em que mal te vi, vens-te com isto) 

   

_de manhã, poucas palavras, um sorriso e alguns olhares_

 

_à tarde_ 

 [messenger]

(...)

Verde mar: fátima, deixas-me fazer-te uma pergunta ?

Eu: sim, diz la.

Verde mar: ainda gostas de mim ? :$

Eu: olha, nem eu te sei dizer, não é não, mas também não gosto como gostava,
percebes?

Verde mar: hum hum, não te quero fazer sofrer :S

Eu: eu sei, e é por saber que tu pensas nisso e não só em te divertires que eu gosto de ti ;)

Verde mar: ;)

já houve alturas, depois de acabarmos e assim, que senti uma atracção, por mais pequena que seja, por ti, não te quis dizer nada porque és bastante especial e não te quero fazer sofrer e como não tinha a certeza do que era acabei por não dizer :)

Eu: pois eu percebo  :\, se fosses a dizer eu ia ficar a pensar  nisso.

Verde mar: sim,tanto se podia transformar numa coisa grande como não se transformar, o que depois era tipo "grande desfeita".

Eu: pois exacto :)

Verde mar: mas quero que saibas que sempre foste especial para mim, e adorei o tempo em que tivemos juntos :)

Eu: eu tambem adorei, e tambem és muito especial :)

(...) 

 

sabes uma coisa (?), não disseste nada que eu já não soubesse.   

*beijinhos*

 

sinto-me: sem saber o que fazer (?)
música: The Fray - Look after you
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

carteira

 

Eu sempre soube que esta minha mania de andar a perder tudo, ainda ia ter o seu lado positivo.

 

Quantos cartões, carteiras, casacos, telemóveis(...) é que eu já não perdi? Pois, a minha mãe deve ter melhor noção que eu :\

 

Hoje para variar, entrei na escola e não arrumei a carteira na mala. O que foi mesmo para variar, foi o facto de ter chegado mais cedo à escola, ou mais necessariamente, o facto de não ter chegado atrasada.

Perante isto, fui sentar-me nos bancos do bar a estudar, pousei a carteira e com a emoção com que a M. me cumprimentou, quando me levantei nem me lembrei da coitada da carteira, e ela lá ficou, à disposição de gatunos. Mas por sorte minha, vejo-te entrar, meu verde mar, e reparei no facto de ires para a zona onde eu estava sentada, e de teres uma camisola nova, sorri para ti.

Fui para a aula de AP e foi durante esta que me apercebi que já não tinha a minha carteira, a M. só dizia que a tinha visto na sala, impossível, provou-se depois. Foi ver se a encontrava, já convencida de que não a encontrava, e de que quem a encontra-se iria ficar com ela, pois estava com mais de 15€ e eu não sou assim tão inocente para pensar que todos são como eu e devolveriam a carteira. Até que me passou pela cabeça que se fosse alguém que me conhece-se a encontra-se era possível voltar a vê-la, mas mesmo assim, com a pouca sorte que tenho nestas situações, continuava a achar que já era uma vez uma carteira da roxy.

Sabe-se lá porquê, lembrei-me do momento em que te vi e passou-me pela cabeça que eras tu que a ias encontrar e me virias dar, mas sendo isto algo bom, perante uma má ocorrência, na altura achei que não passava de uma hipótese, só possível na minha mente sonhadora.

Quando sai da aula e te vi dirigires-te a mim com ar de quem teria algo bom para dizer, vi logo que era a minha carteira, a minha hipótese já era uma realidade, foste tu que a encontraste, mas até ai foste burro e deixas-te que fosse o L. a vir-me entregar, só porque ele pediu, coisa que também não percebi. Para além de a encontrares, segundo me contaste, com orgulho, não deixaste que me ficassem com o dinheiro.

Depois disto, durante a nossa conversa de à bocado no msn, ainda me perguntas, depois de eu dizer que ia lanchar e de dizer até amanha, se eu não voltava, como se quisesses que voltasse.

 

De vez em quando da-te disto --' e eu fico nisto, isto de cada vez mais me baralhar, principalmente por tu, meu barbudo, andares fugido.

 


[agora vou jantar ao shopping e ver se compro umas coisas ;)]

*beijinhos*

 

sinto-me: com sorte
música: Superbus - Apprends-moi
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Miaaauu

 

Hoje fui pseudo-mascarada de gatinha para a escola, mais a Catherine, miau :), e fomos de autocarro,  almoçar a um shopping aqui perto.


Recebi o teste intermédio de matemática e tive 100 %  *.* (não estava à espera de tanto, mesmo : |)


Vi-te a semana passada, foste tu que me vieste falar, ou simplesmente cumprimentar, foi pouco, muito pouco, meu escuteiro (barbudo).


Tu, meu verde mar, continuas nesse mar de simpatia, mas não sei até que ponto isso me faz feliz. À uns tempos atrás, desejei esse comportamento mais que tudo, mas agora, já não é igual, agora ele também me interessa, e tu, tu já não tens o mesmo encanto depois de tudo o que já se passou.

 

 

*beijinhos e bom Carnaval*

 

 

 

 

sinto-me: uma criança de 5 anos
música: miaauu

.um pedacinho extra

.pesquisar

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.migalhas recentes

. Papelinho*

. sempre meu

. tontices de uma tonta

. um cais, um barco, um far...

. 25.04.2008

.velhos doces

.tags

. todas as tags

.preferidos

. expecto patronum

. bom mesmo .

. Eu queria-te aqui.

. Apontamento.

. Eu quero, mas tu não deix...

. Corpo, alma e coração.

. Desabafo #11 (eu quero sa...

. crazy with it, crazier wi...

. Estou fora para te esquec...

. Are you worth it?

.ando por ai

.informação

As imagens são todas tiradas da internet, quando não forem, eu avisarei.