Terça-feira, 10 de Agosto de 2010

sempre meu

Não é a primeira vez que me ligas, e pedes que te faça um favor, hoje foi mais uma vez, ir ao computador ver a hora do autocarro que precisas de apanhar.

Não é assim tão estranho, mas será que o teu irmão, os teus pais, um primo qualquer, ou um amigo, ninguém te ocorre a não ser eu (?), para pedires. Alguém com quem fales regularmente, bem mais vezes do que comigo.

Depois de tudo, eu considero-te meu amigo, mas não aquele amigo a quem peço esse tipo de coisas, isso pede-se aos amigos com quem se fala quase todos os dias, senão todos.

O mais engraçado é que não és um amigo, és o meu ex, o meu primeiro namorado, e na verdade, na teoria, o único.

Acho do melhor, continuarmos a falar assim, como já tantas vezes falamos. Não perdermos o contacto, foi sempre e é o que mais aprecio. A sério que sim, tens demasiada importância para simplesmente deixar de ter a mínima noção do que se passa na tua vida, contigo. Aliás, até sinto vontade, ás vezes, de te contar o que se passa comigo.

Tudo isto é natural para mim, simplesmente, hoje dei conta que ainda abano por ouvir a tua voz, não quero dizer com isto que ainda te amo, de longe, não é isso. Não fico nervosa, pois sinto-me à vontade, mas o meu coração ainda acelera, ainda existe pelo menos uma borboleta que bate asas dentro de mim.

E não é só isso, sinto também que uma parte de mim tem uma espécie de medo, que encontres alguém, por quem te apaixones de verdade, e eu deixe de ser a rapariga de quem mais gostaste. Sinto-te meu, e não sei se algum dia vou deixar de sentir.

Não sei o que isso significa ao certo, mas é bom. Talvez se deva por seres tão especial para mim, na minha vida. E acabo por ficar feliz por ver que te lembras de mim, não é que eu não saiba que também me consideras muito especial, mas sei lá, ter a confirmação só por te  ouvir, sabe sempre bem.

 

*beijinho como cobrança*

sinto-me: especial
música: Te amo - Rihanna
Sexta-feira, 16 de Julho de 2010

tontices de uma tonta

 

1ª - Uma pequena mudança de visual, fiz franja e estiquei o cabelo, cortando apenas as pontas e não perdendo o comprimento.

Há quem diga que pareço uma esquimó ou uma índia.

 

2ª - Um telefonema inesperado, de ti meu verde mar, és meu e eu tua, eu sempre soube, mesmo que na prática estejamos longe de o ser. Afinal quem é que está na Costa da Caparica, quer ir para o Pragal, e liga para uma ex. a pedir para lhe dizer qual o horário do autocarro que deve apanhar.

 

3ª - Fiz uma pool party, assim para reunir os colegas de turma, correu super bem a meu ver, tenho de repetir, gosto tanto deles.

Deu em mergulhos, e mais mergulhos, gritos e risos...

 

*beijinhos*


 



sinto-me: nova
Segunda-feira, 22 de Março de 2010

sei lá eu

(finalmente vou postar sobre o que tem acontecido, para ver se também me oriento, aviso já que vou escrever muito)

Na verdade nem sei o que dizer, nem por onde começar (...)

 

Mas vá vamos falar de ti, meu barbudo.

Apesar daquelas conversas loucas, à montes de tempo que não te via, mas finalmente vi-te, no outro dia, quando fui ao shopping e ia nas escadas rolantes com a Catherine e com o pai dela, ou seja eu ia nas escadas rolantes para cima e tu para baixo, diz lá que não podia ser melhor (?) nem deu para falarmos como é óbvio, contudo depois de eu levar uma chapada no braço para ver onde estavas, por parte de Catherine, acabei por olhar para ti, sorri e sorriste também, daquela maneira meia séria que só tu tens, sorriste e acenaste-me de uma maneira mesmo querida, retribui.

Foi bonito, gostei, mas mesmo assim podia ser mais, podia se muito mais.

Agora para ajudar, tornei a ver-te hoje, nesse mesmo shopping, novamente com a Catherine, mas desta vez estava-mos nós sozinhas, e tu acompanhado por várias pessoas, umas delas o G. da Catherine (que digo aqui, eu vi a olhar para ela, e eu sei o que vejo :c). Mais uma vez só deu para te acenar (?) vi-te mas não me viste logo, só deste por mim quando estavas sentado numa mesa e eu noutra, sendo que um amigo teu, que nos conhece nos viu e te disse algo e ai sim, tu olhas-te e para variar acenas-te (vá podia ser pior eu sei). Desta vez não foi tão bonito, não sei é explicar porquê (?) depois disto, visto que não se foram logo embora, fomos ver onde andavam até se irem embora (L)

 

Agora falando de ti, meu verde mar, como é que eu posso dizer (?) telefonaste-me sem motivo aparente, só por falar, como costumamos fazer mas por msn e não por chamada telefónica -.- antes disso ainda houve aquele sorriso e momento eu que eu derreti só de te ver sorrir, de vez em quando da-me disto (?)

 

Agora falando de algo que nunca falei, nem era suposto falar, mas a vida trás-nos destas coisas.

Estou a falar de ti, gato, como gostas de me tratar. Apareceste assim, não esperava, mas o problema aqui é que o teu interesse em mim na realidade não é aquele que tu demonstras, e eu sei disso, sei muito bem até. Mas pronto não és um assunto realmente sério, contudo chegas a ser assunto, devido à tua simpatia e ao quão querido consegues ser.

 

Por fim vou falar de algo mau, a greve dos pilotos :(, tinha mesmo de ser agora (?) é que nem dá para acreditar, EU QUERO IR A LONDRES! quero ter viagem de finalistas ;) só mesmo por acaso.

 

 

 

 

(continuo perdida, mas mesmo assim não faz mal, podia estar tudo pior, :))

 

*beijinhos e boa noite*

sinto-me: epá -.-
música: nenhuma

.um pedacinho extra

.pesquisar

 

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.migalhas recentes

. sempre meu

. tontices de uma tonta

. sei lá eu

.velhos doces

.tags

. todas as tags

.preferidos

. expecto patronum

. bom mesmo .

. Eu queria-te aqui.

. Apontamento.

. Eu quero, mas tu não deix...

. Corpo, alma e coração.

. Desabafo #11 (eu quero sa...

. crazy with it, crazier wi...

. Estou fora para te esquec...

. Are you worth it?

.ando por ai

.informação

As imagens são todas tiradas da internet, quando não forem, eu avisarei.